Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
2 TEC. ADM.  (19-10-2018)
2 ANO "A"  (19-10-2018)
1 ANO "D" e "E"  (18-10-2018)




ONLINE
2





Partilhe esta Página

 

 

 

Resultado de imagem para médicos sem fronteira 

 

 

 Logomarca Bonito HI Hostel - Albergue da Juventude

  

     

 

 

 

 

 

 

 

   

PENSAMENTOS GEOGRÁFICOS do PIBIDIANO DE GEOGRAFIA JÚNIOR CESAR 

 

"Pra você que faz cara feia quando eu digo que faço GEOGRAFIA ou solta um "Hum, que legal" extremamente irônico...

Só tenho a dizer que a amplicidade dessa ciência me torna a cada dia uma pessoa melhor e aumenta ainda mais o meu amor pelas diversas Geografias que rodeiam a todos. ...   Minha graduação me permite ousar a te falar um pouco sobre o universo ou da formação da Terra. Posso te explanar sobre a dicotomia do urbano X rural ou te fazer me odiar falando de política.   Posso ainda demonstrar como a dispersão dos biomas estão intimamente ligados à composição do solo, ao clima e dentre outros fatores.   Posso te ensinar a diferença de clima e tempo e te fazer perceber o quanto é engraçado quando você diz "Como está o clima hoje?" e te aborrecer falando de economia ou dos males do capitalismo.   Posso mostrar rochas, minerais e o dinamismo das formas e estruturas do relevo.   Posso ainda, descobrir contigo outras cidades, estados, países e continentes, e outros planetas também!   Conto histórias também, do PR, do Brasil e do mundo e quebro a cabeça com problemas matemáticos da nossa amiga Cartografia.   Questiono os problemas da educação geográfica e modifico meu modo de ensinar, para despertar a busca sagaz em aprender Geografia.   São tantas ciências que a Geografia engloba, que posso ter me esquecido de algo que está ao meu domínio. Mas é isso, não existe uma ciência melhor do que a outra, mas se existisse, a Geografia seria uma forte candidata!   A Geografia mexeu comigo e me fez amá-la incondicionalmente.   Enfim, a Geografia é uma mãe que te acolhe e te faz refletir, questionar e propor soluções para o mundo. Ela está em toda parte, até mesmo dentro de você."

 

 

 

 

 

 

 


3 ANO "C"
3 ANO "C"

 


 

 

 

 

AULA 05 - 28 e 30/08 - Formação dos países fictícios do Projeto Planeta

Osórium e aula sobre a Guerra das Coréias.

 

 

Resultado de imagem para trump e kim

 

 

 

AULA 04 - 21 e 23/08 - Aula sobre os Conflitos entre a Palestina x Israel (continuação).

 

 

AULA 03 - 14/08/18 - Aula no laboratório de informática para conhecer o

ambiente do site profjopa.com


 

AULA 03 - 16/08/18 - Conflitos no Mundo: Israel X Palestina

  • Atividade avaliativa em sala de aula com valor 3,0 pontos;
  • Utilizando livros didáticos: pesquisem

1) Identificar os países do Oriente Médio com suas respectivas capitais no mapa entregue e colar no caderno.

 

2) Pesquisar o que foi a Partilha da Palestina;

 

3) O que foi a diáspora?

 

4) O que é sionismo?

 

5) Pesquise na internet o que é o HAMAS e HEZBOLLAH.

 

6) O que é a Faixa de Gaza?

 

7) O que é INTIFADA?

 

 

 

AULA 02 - 06/08/ a 10/08 - Conflitos no Mundo: Israel X Palestina

 

 Conhecendo o Oriente Médio

 

Resultado de imagem para mapa do oriente medio

obs: alguns estudiosos consideram o Egito como integrante do Oriente Médio.

 

 

 

 

 

ORIENTE MÉDIO

 

Oriente Médio, também chamado de Médio Oriente, é uma região do globo que abrange alguns países da Ásia e um da África.

Possui uma população de cerca de 270 milhões de pessoas sendo que a maior parte são árabes.

 

Oriente Médio - localização

Mapa Mundi com destaque para a região do Oriente Médio

 

Essa região abrange algumas capitais e grandes cidades como o Cairo (Egito), Istambul (Turquia), Ancara (Turquia), Teerã (Irã), Bagdá (Iraque), Riad (Arábia Saudita) e Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Ali, diversas populações da antiguidade se desenvolveram, como por exemplo, os mesopotâmicos e os egípcios. Sua história, desde então, esteve repleta de alianças e conflitos que originaram essa região.

Note que parte da Turquia está localizada na Europa, sendo o único país do Oriente Médio nesse continente.

 

Características Gerais

Localização

O Oriente Médio está localizado entre os mares Mediterrâneo, Negro, Cáspio, Arábico e o Vermelho. Possui uma área aproximada de 7.200.000 km2 abrangendo mais de 15 territórios.

 

Mapa e Países

Resultado de imagem para mapa do oriente medio

Mapa dos países do Oriente Médio

Os países que fazem parte do Oriente Médio são:

  • Egito
  • Israel
  • Líbano
  • Palestina
  • Jordânia
  • Síria
  • Turquia
  • Iraque
  • Barein
  • Kuwait
  • Arábia Saudita
  • Emiratos Árabes Unidos
  • Omã
  • Iêmen
  • Catar
  • Chipre
  • Irã

Note que esses países e o estado da Palestina estão inclusos na definição tradicional de Oriente Médio. O G8, por exemplo, já inclui o Afeganistão, o Paquistão e alguns países da África do Norte.

 

OBS: Exercite aqui a localização dos países do Oriente Médio.

 

Resultado de imagem para seta animada gif

  https://online.seterra.com/pt/vgp/3049

 

Clima

Os climas predominantes no Oriente Médio são o semiárido e o desértico. Ambos são marcados por elevadas temperaturas e baixo índice pluviométrico.

Assim, trata-se de uma região muito seca onde a umidade relativa do ar é baixa. Dois importantes desertos estão localizados na região: o deserto da Arábia (na Península Arábica) e o deserto do Saara (no Egito).

 

Deserto da Arábia

 

Deserto da Arábia

Nas regiões onde o clima semiárido é predominante, o índice pluviométrico costuma ser um pouco maior.

Vegetação

Visto o clima hostil que possui, a vegetação da região é escassa. É marcada por plantas com raízes profundas, algumas árvores, gramíneas e cactáceas.

Essas plantas desenvolveram formas de sobreviver nesse tipo de ambiente, retendo água durante grande parte do tempo.

Onde o clima semiárido prevalece, encontram-se mais vegetações nos locais de pradariasestepes.

No litoral, a vegetação é ainda mais abundante, com presença de arbustos e árvores. Isso porque a umidade, por estar próxima do mar, é mais elevada, o que favorece o desenvolvimento de mais plantas.

Hidrografia

Um dos fatores de desenvolvimento desse clima e vegetação presentes no Oriente médio deve-se ao pequeno número de rios que atravessam a região.

Os principais são o Tigre e o Eufrates, localizados na região conhecida como Crescente Fértil. Além deles, merecem destaque o rio Jordão e o rio Nilo.

 

Crescente Fértil

Região do Crescente Fértil (em rosa) e a localização dos rios Tigres e Eufrates

Feita essa observação, devemos ressaltar que a água na região é escassa, o que pode levar ao desenvolvimento de mais conflitos que envolvem esse recurso natural.

Cultura

O Oriente Médio possui uma cultura religiosa muito forte. Isso porque foi ali que se desenvolveram diversas religiões desde o cristianismo, judaísmo e o islamismo. Portanto, o local abriga diversos templos e locais religiosos, como Meca e Jerusalém.

 

Cúpula da Rocha

Cúpula da Rocha, um dos lugares sagrados de Jerusalém e exemplo da arquitetura islâmica

É uma região muito diversa que abriga diversas etnias, sendo que a mais destacada é a árabe. Isso faz com que o local seja um amplo complexo cultural.

Economia

A região do Oriente Médio é um importante centro econômico do mundo. Um dos maiores motivos são as reservas de petróleo existentes, além de pedras preciosas.

Arábia Saudita e Irã são os dois países que possuem as maiores reservas de petróleo do mundo. Além deles, são também exportadores de petróleo o Iraque, Kuwait, Barein, Catar e Emirados Árabes Unidos.

 

Saudi Aramco

 

Instalações da Saudi Aramco, empresa de petróleo e gás na cidade de Dhahran, Arábia Saudita.

Aproximadamente 60% das reservas mundiais desse minério estão localizadas aqui. Ainda que os dados demostrem que essas reservas gerem muitos lucros, grande parte da população que vive no Oriente médio é pobre. Ou seja, isso explica que há na região uma má distribuição de renda.

Outro setor que tem desenvolvimento na região é o setor agropecuário. Criação de animais e algumas plantações (cana-de-açúcar, arroz, trigo, etc.) são desenvolvidas em áreas onde o solo é mais fértil.

Por fim, o turismo é também uma atividade que move a economia desses países com destaque para a Turquia, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Israel.

A cidade de Meca, na Arábia Saudita, apresenta um turismo religioso muçulmano muito expressivo todos os anos.

Nesse sentido, Jerusalém também se destaca como uma das cidades mais antigas do mundo e considerada sagrada para os cristãos, judeus e islamitas.


OBS:  Por que há tanto petróleo no Oriente Médio?

A região passou por vários processos naturais que favoreceram o acúmulo desse óleo chamado de ouro negro. Há 40 milhões de anos, o movimento das placas tectônicas - gigantescos blocos de rocha sobre os quais se assentam oceanos e continentes do planeta - contribuiu para o fechamento dos oceanos primitivos da região. Essa água evaporou e minúsculos vegetais marinhos se depositaram no fundo dos mares. Por meio de decomposição - e também de aumento na pressão e na temperatura -, o material orgânico desses microorganismos deu origem ao petróleo. A sorte do Oriente Médio é que lá cada uma dessas etapas aconteceu no tempo geológico mais adequado. Além disso, o choque entre as placas teve outro efeito. "A Península Arábica se desprendeu da África e se deslocou para o norte. A colisão entre as placas Arábica e Eurasiana criou muitas dobras nas camadas do subsolo onde o petróleo se deposita", afirma o geólogo Peter Szatmari, da Petrobrás.

Nesses enormes reservatórios subterrâneos, o petróleo ficou armazenado entre grãos de areia e rochas sedimentares - materiais que, no Oriente Médio, são abundantes e muito porosos, deixando o petróleo fluir com facilidade. Outro fator importante: o óleo não escapa do subsolo graças a uma camada impermeável de sal - também originada da evaporação dos mares antigos -, que funciona como uma tampa protetora. Como se não bastasse, tudo isso ainda está aliado a outra vantagem: o clima seco. "Com ele, há pouca possibilidade de que água e bactérias rompam a camada de sal, penetrem no solo e contaminem o óleo", diz Peter.

A casca terrestre é feita de imensos blocos de rocha chamados placas tectônicas. No Oriente Médio, duas delas se mantêm em choque uma com a outra: a placa Arábica e a Eurasiana. Essa colisão cria, no subsolo, vãos que acabam se transformando em reservatórios de petróleo.


Principais Conflitos

Durante séculos muitos conflitos foram desenvolvidos nessa região, onde ocorre o contato entre três continentes. Podemos dizer que trata-se de um dos locais mais conflituosos do mundo.

Vale ressaltar que a maior parte deles está relacionada com a religião, ou melhor, com a intolerância religiosa. Devemos salientar também que, grande parte dos conflitos envolve a conquista de territórios pelos próprios países que compõem o Oriente Médio.

Além disso, as condições climáticas da região fazem com que ela seja dependente da exportação de água e de outros produtos.

Um dos mais destacados é o conflito entre árabes e judeus que foi intensificado na modernidade, após a primeira guerra mundial.

No entanto, foi somente após a segunda guerra que a ONU decidiu criar um estado para cada um deles. Diante dessa proposta, a Palestina foi dividida em duas partes, uma judia e outra árabe.

Como os judeus ficaram com uma parte maior do território (cerca de 57%), os palestinos (árabes) ficaram descontentes com a partilha.

Pouco tempo depois, em 1948, os judeus criaram o Estado de Israel e os árabes declararam guerra. Todavia, os palestinos foram derrotados e consequentemente, o território dos judeus cresceu ainda mais, cerca de 20%.

Sem dúvida, esse ainda tem sido um dos maiores motivos para os duradouros conflitos sobre conquista de territórios na região. Merece destaque a faixa de Gaza, local disputado entre palestinos e israelenses.

Outro conflito que merece atenção é entre os sunitas e os xiitas. Ambos são muçulmanos e apresentam diferenças políticas e religiosas. Isso tem levado ao aumento da tensão em diversos países do Oriente Médio, sobretudo, o Irã e a Arábia Saudita.

Além disso, o local continua sendo alvo de diversas guerras como a Guerra no Iraque, a Guerra na Síria, Guerra do Golfo, a Guerra dos Seis Dias, etc.

A grosso modo, elas foram desenvolvidas por diversos interesses políticos (incluindo Rússia e Estados Unidos) e ainda, por interesses econômicos, haja vista a região possuir um elevado potencial econômico.

 

 

AULA 01 - 02/08//18 - Reflexões iniciais: Como estudar segundo o Prof. Clóvis Barros Filho

 

 

topo