Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações




ONLINE
2





Partilhe esta Página

 

 

 

Resultado de imagem para médicos sem fronteira 

 

 

 Logomarca Bonito HI Hostel - Albergue da Juventude

  

     

 

 

 

 

 

 

 

   

PENSAMENTOS GEOGRÁFICOS do PIBIDIANO DE GEOGRAFIA JÚNIOR CESAR 

 

"Pra você que faz cara feia quando eu digo que faço GEOGRAFIA ou solta um "Hum, que legal" extremamente irônico...

Só tenho a dizer que a amplicidade dessa ciência me torna a cada dia uma pessoa melhor e aumenta ainda mais o meu amor pelas diversas Geografias que rodeiam a todos. ...   Minha graduação me permite ousar a te falar um pouco sobre o universo ou da formação da Terra. Posso te explanar sobre a dicotomia do urbano X rural ou te fazer me odiar falando de política.   Posso ainda demonstrar como a dispersão dos biomas estão intimamente ligados à composição do solo, ao clima e dentre outros fatores.   Posso te ensinar a diferença de clima e tempo e te fazer perceber o quanto é engraçado quando você diz "Como está o clima hoje?" e te aborrecer falando de economia ou dos males do capitalismo.   Posso mostrar rochas, minerais e o dinamismo das formas e estruturas do relevo.   Posso ainda, descobrir contigo outras cidades, estados, países e continentes, e outros planetas também!   Conto histórias também, do PR, do Brasil e do mundo e quebro a cabeça com problemas matemáticos da nossa amiga Cartografia.   Questiono os problemas da educação geográfica e modifico meu modo de ensinar, para despertar a busca sagaz em aprender Geografia.   São tantas ciências que a Geografia engloba, que posso ter me esquecido de algo que está ao meu domínio. Mas é isso, não existe uma ciência melhor do que a outra, mas se existisse, a Geografia seria uma forte candidata!   A Geografia mexeu comigo e me fez amá-la incondicionalmente.   Enfim, a Geografia é uma mãe que te acolhe e te faz refletir, questionar e propor soluções para o mundo. Ela está em toda parte, até mesmo dentro de você."

 

 

 

 

 

 

 


2o ANOS "A" - "B" - "C" - MENELEU
2o ANOS "A" - "B" - "C" - MENELEU

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para atenção gifs animados

MODELO DE CAPA DE TRABALHO DE GEOGRAFIA

https://files.comunidades.net/profjopa/MODELO_DE_CAPA_TRABALHO_MENELEU.doc

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para aziz ab saber frases

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para inclassificáveis arnaldo antunes

Resultado de imagem para inclassificáveis arnaldo antunes

 

 

A pintora Tarsila do Amaral expressa o mundo do trabalho:um grande número de rostos colocados lado a lado,todos sérios;nenhum sorriso,pois a preocupação não deixa lugar para a alegria.São pessoas que nos olham fixamente como a nos lembrar que é duro o trabalho nas fábricas,presentes na obra sob a forma de um prédio austero e chaminés cinzentas.A obra é um raro exemplo da etnia brasileira.Por isso foi escolhida para representar os museus frente ao diálogo intercultural,do pluralismo de ideias,do desenvolvimento humano e do respeito à diversidade.

 O quadro Operários foi pintado em um momento em que Tarsila esteve ligada politicamente ao comunismo. No início dos anos 30 Tarsila esteve na União Soviética e participou de reuniões do Partido Comunista Brasileiro. Nesta época, a política e a temática do trabalho fizeram-se presentes em duas de suas obras: Operários e Segunda Classe (1933).Ambas as telas ilustram o momento politico e social brasileiro do início dos anos 30: industrialização, migração de trabalhadores, consolidação do capitalismo industrial e de uma classe de trabalhadores marginalizada e explorada.


O quadro de Tarsila do Amaral acima é um retrato do conjunto de operários das fábricas brasileiras. Os rostos sobrepostos remetem à massificação do trabalho e às condições de vidas nas cidades.Estão representadasdiversas etnias, fazendo referência à migraçãode diferentes locais do Brasil e do mundo para as metrópoles. A expressão dos operários representados é de tristeza, indiferença, cansaço. Representam as péssimas condições de trabalho a que estão submetidos, e a falta de perspectivas que predomina no contexto de opressão da chamada “Era Vargas”. O quadro, juntamente com “Segunda Classe”(acima), é uma expressão do crescimento capitalista no Brasil e do preço pago pelos trabalhadores para que seu êxito fosse garantido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para quadrilátero afortunado

 

Veja a reportagem neste link:

 

https://globoplay.globo.com/v/7661698/programa/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A imagem pode conter: grama, céu, atividades ao ar livre, natureza e texto

 

 


 

 

 

 

 

 

GRETA THUNBERG

 

 

Percebi que ninguém estava fazendo nada para impedir que isso aconteça, então eu precisava fazer alguma coisa."

"Como não posso votar, essa é uma das maneiras que eu posso fazer minha voz ser ouvida."

Foi com este pensamento que Greta Thunberg, uma jovem sueca de 16 anos, deu início a um movimento internacional de greves de estudantes contra as mudanças climáticas - iniciativa que rendeu a ela a indicação ao prêmio Nobel da Paz.

A adolescente falta às aulas todas as sextas-feiras, desde agosto do ano passado, e se senta em frente ao Parlamento sueco, em Estocolmo, para exigir medidas concretas dos políticos contra o aquecimento global.

O ato, inicialmente solitário, inspirou jovens de todo o mundo a aderirem ao movimento, que ficou conhecido como "Fridays For Future" - e culminou em uma greve escolar global no dia 15 de março, quando milhares de estudantes foram às ruas para protestar, inclusive no Brasil.

Também rendeu a Thunberg importantes convites. Ela já se encontrou com o papa Francisco, discursou no Parlamento Europeu e participou de eventos internacionais - como a Conferência do Clima da ONU, na Polônia, e o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

E, nesta terça-feira, se encontra com membros do Parlamento britânico, em Londres.

A jovem ativista, que afirma ter parado de andar de avião em 2015 por conta das emissões de carbono, viajou dois dias de trem para chegar ao Reino Unido.

 

Como tudo começou

 

Thunberg conta que ouviu falar pela primeira vez em mudança climática na escola, quando tinha cerca de oito anos e seus professores mostraram fotos de ursos polares famintos, florestas desmatadas e plásticos nos oceanos.

"Quando eu era pequena, tinha planos de ser várias coisas, de atriz a cientista. Até que meus professores me falaram na escola sobre a mudança climática. Isso abriu meus olhos."

"Fiquei muito impressionada", relembra, em entrevista ao programa Today da BBC Radio 4.

Quando tinha 11 anos, ela sofreu uma forte depressão.

"Parei de ir à escola, parei de falar, porque estava muito triste. Aquilo me deixou muito preocupada."

"Teve muito a ver com a crise climática e ecológica. Achava que havia algo muito errado e que nada estava sendo feito, que nada fazia sentido."

Depois de perceber que poderia fazer a diferença, prometeu a si mesma que "iria fazer algo de bom com a sua vida".

"Então, eu sentei no chão do lado de fora do Parlamento sueco e decidi que não iria à escola. No primeiro dia, eu fiquei lá sozinha. No segundo dia, outras pessoas começaram a se juntar a mim."

"Jamais poderia imaginar nos meus sonhos mais loucos que isso aconteceria. E aconteceu muito rápido."

Hoje, ela conta com 1,3 milhão de seguidores no Instagram e 472 mil no Twitter.

 

 

 

 

 

 

Tipos de biomas brasileiros

1) Bioma Amazônia

O bioma Amazônia compreende a área de diversos países e nele é encontrada a maior floresta tropical do mundo.
O bioma Amazônia compreende a área de diversos países e nele é encontrada a maior floresta tropical do mundo.

O bioma Amazônia constitui uma área de aproximadamente 4.196943 km2, ocupando cerca de 49,3% do território brasileiro. Nesse bioma é encontrada a maior floresta tropical do mundo, a Floresta Amazônica. Essa floresta estende-se por nove países da América do Sul, mas sua maior porção está localizada no Brasil. É um bioma que compreende diversos ecossistemas, apresentando, portanto, uma enorme biodiversidade. No Brasil, a área desse bioma é delimitada pela "Amazônia Legal".

  

 Principais características do bioma Amazônia

- Vegetação

  • É dividida em mata de terra firme (estratos mais altos, não inundados), mata de várzea (áreas inundadas durante um período) e mata de igapó (estratos mais baixos, inundados durante quase todo o ano).
  • A aparência da vegetação confere, ao ser vista de cima, uma camada contínua de copas, que dificulta a entrada de luz, fazendo com que haja pouca vegetação rasteira nesse bioma.

- Clima

  • O clima predominante é equatorial (quente e úmido).
  • A temperatura sofre pouca variação no decorrer do ano.
  • - Apresenta umidade do ar e índices pluviométricos elevados. As chuvas variam entre 1.500 mm e 2.000 mm.

Leia tambémPor que chove muito na Amazônia?

Fauna e Flora

  • A fauna da Amazônia é representada, principalmente, pela onça-pintada, boto-cor-de-rosa, arara-azul, tatu e cobras, como a jararaca.
  • A flora da Amazônia apresenta cerca de 30 mil espécies. Entre as mais conhecidas, é possível destacar a vitória-régia, que é característica das matas de igapós.

- Hidrografia

  • maior bacia hidrográfica do mundo é encontrada nesse bioma, detendo aproximadamente 20% da água doce do planeta, a Bacia Amazônica.
  • O principal rio que drena esse bioma é o Rio Amazonas, o maior em volume de água do mundo.

- Solo

  • O solo do bioma Amazônia é normalmente arenoso.
  • Possui uma camada de húmus proveniente da deposição da vegetação, frutos e restos de animais.
  • Somente 14% do território é fértil e propício às atividades agrícolas.

2) Bioma Cerrado


O Cerrado é considerado a savana brasileira.     

Bioma Cerrado é conhecido como a savana brasileira, sendo o segundo maior bioma do país e  também o segundo maior bioma da América do Sul. Constitui uma área de aproximadamente 2.036.448 km2, representando cerca de 23,9% do território brasileiro. É um bioma que apresenta diferentes fitofisionomias (aspecto/feição de uma comunidade vegetal), devido aos muitos contatos biogeográficos com outros biomas.

Saiba maisPor que o Cerrado é considerado a caixa d'água do Brasil?

→ Principais características do Cerrado

- Vegetação

  • Apresenta formações savânicas, florestais e campestres.
  • As espécies variam entre vegetações arbóreas, arbustivas e cipós, que se distribuem entre os estratos: lenhoso e herbáceo.
  • Normalmente as árvores apresentam troncos tortuosos, podendo alcançar até 20 metros.
  • Uma das características de identificação desse bioma está relacionada à sua coloração. Apresenta tons de verde, amarelo e marrom devido à descoloração provocada pela intensa incidência solar.
  • Cerca de duzentas espécies nativas do Cerrado apresentam potencial medicinal, como o pacari e o rufão.

- Clima

  • O clima predominante nesse bioma é o tropical sazonal. Apresenta duas estações bem definidas: invernos secos e verões chuvosos.
  • A temperatura média ao longo do ano é de 25 ºC, variando em alguns períodos.
  • Os índices pluviométricos variam de 1.200 mm a 1.800 mm. O período das chuvas inicia-se em outubro e termina no mês de abril, dando início ao período mais seco.

- Fauna e flora

  • A fauna do Cerrado, apesar de não ser totalmente conhecida, é representada pelo lobo-guará, tucano, tamanduá-bandeira, onça-parda, veado-campeiro, entre outros.
  • Há no Cerrado cerca de 837 espécies de aves, 185 espécies de répteis, 194 espécies de mamíferos e 150 anfíbios.
  • A flora é representada por ipês, barbatimão, jatobá, pequi, cagaita, entre outras. Estima-se que no Cerrado haja dez mil espécies de vegetais já identificadas.

- Hidrografia

  • O Cerrado é considerado berço das nascentes do principais rios do Brasil.
  • O bioma compreende nove das doze bacias hidrográficas brasileiras, segundo o IBGE.
  • O Cerrado também compreende a região de grandes aquíferos, como o Guarani e Bambuí.

- Solo

  • Os solos do Cerrado são bastante porosos e permeáveis, tornando-os propícios para o processo de lixiviação (erosão ocorrida devido à lavagem da camada superficial).
  • Possuem pouca fertilidade e são geralmente ácidos.
  • As cores dos solos do Cerrado possuem tons avermelhados.

3) Bioma Caatinga

A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e encontra-se em uma região bastante seca.
A Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro e encontra-se em uma região bastante seca.

bioma Caatinga representa cerca de 9,9% do território brasileiro, com uma área de aproximadamente 844.453 km2. É também conhecido como savana estépica do semiárido, segundo  o IBGE. A Caatinga, o único bioma exclusivamente brasileiro, encontra-se bastante degradada, principalmente devido ao uso incorreto e irracional de seus solos.

→ Principais características do bioma Caatinga

Vegetação

  • A vegetação da Caatinga é adaptada ao clima seco, característica conhecida como xeromorfismo. As plantas apresentam mecanismos de armazenamento de água, a fim de que sobrevivam aos longos períodos de seca.
  • As espécies vegetais perdem suas folhas no período de seca.
  • As árvores apresentam troncos tortuosos e normalmente são baixas, representadas por arbustos e cactos.

- Clima

  • O clima predominante na Caatinga é o semiárido, responsável por inúmeras características particulares desse bioma.
  • Os índices pluviométricos variam entre 200 mm e 1000 mm por ano.
  • A temperatura média varia entre 27 ºC e 32 ºC ao longo do ano.
  • Diversas regiões são castigadas, devido à alta insolação na região.

- Fauna e flora

  • A fauna e a flora do Cerrado apresentam diversas espécies endêmicas (que existem apenas nessa região).
  • A fauna da Caatinga é representada por animais como o jacaré-do-papo-amarelo, jiboia, ararinha-azul, tatu-peba, macaco-prego, cotia, entre outros.
  • A fauna é rica em biodiversidade, apresentando cerca de 178 mamíferos, 591 aves, 177 espécies de répteis, 79 anfíbios, 241 peixes e 221 espécies de abelhas.
  • A flora é representada por espécies como o mandacaru, juazeiro, umbu, xiquexique, bromélias, macambira, entre outras.
  • A flora é determinada, principalmente, pelas características do solo e dos índices pluviométricos.

- Hidrografia

  • A hidrografia da Caatinga caracteriza-se por apresentar rios intermitentes (rios que desaparecem durante o período da seca). Comparados aos rios intermitentes, na região da Caatinga, há poucos rios perenes (rios que possuem fluxo o ano todo).
  • As nascentes dos rios desse bioma encontram-se, geralmente, em serras e chapadas.
  • Devido aos baixos índices pluviométricos, os lençóis freáticos presentes na região da Caatinga possuem volume reduzido.

Leia mais: Quais as características da Bacia do São Francisco?

Solo

  • Segundo o Sistema Brasileiro de Classificação dos Solos, os solos da Caatinga variam de rasos a profundos.
  • São ricos em minerais, contudo pobres em matéria orgânica.
  • Os solos mais comuns nesse bioma são os rasos e pedregosos, com coloração que varia entre tons vermelhos a cinza.

4) Bioma Mata Atlântica

A Mata Atlântica possui uma floresta densa e contínua.
A Mata Atlântica possui uma floresta densa e contínua.

O bioma Mata Atlântica possui cerca de 1.110.182 km2, ocupando aproximadamente 13% do território brasileiro. Esse bioma estende-se por quase todo o litoral do Brasil. Devido à colonização do Brasil, esse bioma passou e passa por um intenso processo de desmatamento, restando cerca de 10% da mata nativa.

Saiba tambémDesmatamento no Brasil

→ Principais características do Mata Atlântica:

- Vegetação

  • A Mata Atlântica é constituída por floresta tropical, repleta de fitofisionomias como mangues, restingas e florestas ombrófilas (vegetação de folhas largas e perenes).
  • As árvores apresentam médio e grande porte.
  • As copas das árvores formam uma floresta densa e contínua, podendo alcançar até 60 metros de altitude.

- Clima

  • O clima predominante na Mata Atlântica é o tropical úmido.
  • As temperaturas normalmente são elevadas, apresentando também altos índices pluviométricos.
  • umidade do ar é alta, havendo poucos períodos de estiagem.
  • Devido à sua extensão, esse bioma também abrange regiões de clima subtropical e tropical de altitude.

- Fauna e Flora

  • A fauna da Mata Atlântica é representada por espécies como tucanos, onças-pintadas, bichos-preguiça, micos, entre outros.
  • Esse bioma apresenta cerca de 850 espécies de aves, 370 espécies de anfíbios, 200 espécies de répteis, 270 espécies de mamíferos (39% são endêmicas) e 350 espécies de peixes.
  • A flora é representada por espécies como flor-do-campo e bromélias e conta com cerca de 20 mil espécies de vegetais, sendo cerca de 8 mil endêmicas.

Hidrografia

  • Abrange a área de oito bacias hidrográficas, alimentadas por rios como o São Francisco, Paraíba do Sul e Rio Paraná.
  • A Mata Atlântica abrange também um dos maiores aquíferos do mundo: o Aquífero Guarani. 

- Solo

  • Os solos da Mata Atlântica são ácidos, rasos e pouco profundos em sua maioria.
  • Normalmente são bastante permeáveis, portanto, úmidos, porém pobres de nutrientes devido à baixa incidência dos raios solares, que são impedidos de alcançar o solo pela vegetação.
  • A elevada precipitação faz com que sejam propícios a processos de lixiviação.

5) Bioma Pantanal

O Bioma Pantanal é considerado uma das maiores planícies alagadas do mundo.
O Bioma Pantanal é considerado uma das maiores planícies alagadas do mundo.

bioma Pantanal possui uma área de aproximadamente 150.355 km2, ocupando cerca de 1,8% do território brasileiro. É considerado uma das maiores planícies alagadas do mundo, devido ao seu terreno plano, e é o menor bioma do país em extensão territorial. Por sofrer influência de biomas como Amazônia e Cerrado, o bioma Pantanal apresenta grande biodiversidade.

→ Principais características do Pantanal

- Vegetação

  • Há na região compreendida pelo Pantanal diversos tipos de vegetação.
  • São encontrados cerradões, matas, savanas e brejos.
  • A vegetação não é fechada, apresentando campos abertos, variando conforme as características topográficas.
  • Nas áreas alagadas, é comum encontrar espécies aquáticas, como a vitória-régia.

- Clima

  • O clima que predomina no Pantanal é o tropical, com características de continentalidade, quente e úmido.
  • Há períodos de seca e de chuva.
  • A amplitude térmica é elevada, com temperaturas que variam entre 0ºC e 40ºC, com média anual de 25ºC.

- Fauna e flora

  • A fauna do Pantanal é representada por espécies como o cervo-do-pantanal, jacaré-do-pantanal e o tuiuiú.
  • São encontradas cerca de 132 espécies de mamíferos, 463 espécies de aves, 113 espécies de répteis, 41 espécies de anfíbios e 263 espécies de peixes.
  • A flora do Pantanal é representada pela vitória-régia, aguapé, orquídea, entre outras.
  • São encontradas aproximadamente duas mil espécies de plantas, normalmente provenientes de outros biomas, segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

- Hidrografia

  • A bacia hidrográfica que abrange a região do Pantanal é a bacia do Rio Paraguai.
  • Os rios principais que alimentam a região são: Rio Paraguai e Rio Cuiabá.

- Solo

  • Nos períodos das cheias, parte da planície pantaneira alaga-se, e o solo não é capaz de absorver toda a água.
  • O solo é constituído por deposição de fragmentos rochosos vindos de áreas de maior altitude.
  • São impermeáveis e apresentam baixa fertilidade.

6) Bioma Pampa

O bioma Pampa possui vegetação rasteira conhecida como campos nativos.
O bioma Pampa possui vegetação rasteira conhecida como campos nativos.

bioma Pampa é uma região de planícies compostas, principalmente, por campos nativos. Abrange uma área de 176.496 km2, ocupando cerca de 2,1% do território brasileiro. É também conhecido como Campos Sulinos e é encontrado apenas no estado do Rio Grande do Sul.

→ Principais características do bioma Pampa

- Vegetação

  • A vegetação do Pampa é constituída por gramíneas, em sua maioria. Apresenta vegetação campestre uniforme.
  • Apresenta dois tipos de fitofisionomias: campos limpos (arbustos) e campos sujos (sem presença de arbustos)
  • Representada por um tapete herbáceo, que alcança até 50 centímetros.

- Clima

  • O clima predominante no bioma Pampa é o temperado, com características de subtropical frio.
  • A média anual de temperatura é de 19ºC.
  • Apresenta as quatro estações bem definidas.

Leia maisTipos de clima no Brasil

- Fauna e flora

  • A fauna é representada por espécies como veado-campeiro, preá, ema, perdiz, entre outras.
  • O bioma conta com cerca de 100 espécies de mamíferos e, aproximadamente, 500 espécies de aves.
  • A flora é representada por espécies como a babosa-do-campo, trevo-nativo e grama-tapete.
  • O bioma apresenta cerca de 3 mil espécies de vegetais.

- Hidrografia

  • O bioma Pampa abrange uma área de duas bacias hidrográficas: Bacia Costeira do Sul e Bacia do Rio da Prata.
  • Apresenta elevado potencial hidrelétrico e possui rios bastante navegáveis.

- Solo

  • Os solos do bioma Pampa são de baixa fertilidade, arenosos e propícios a processos de lixiviação.
  • Devido às práticas agropecuárias intensas na região, boa parte desse bioma sofre com a devastação.

 

 

topo