Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
3o ANO E.M. "A"  (04-04-2019)
3o ANO "A" - MENELEU  (04-04-2019)




ONLINE
1





Partilhe esta Página

 

 

 

Resultado de imagem para médicos sem fronteira 

 

 

 Logomarca Bonito HI Hostel - Albergue da Juventude

  

     

 

 

 

 

 

 

 

   

PENSAMENTOS GEOGRÁFICOS do PIBIDIANO DE GEOGRAFIA JÚNIOR CESAR 

 

"Pra você que faz cara feia quando eu digo que faço GEOGRAFIA ou solta um "Hum, que legal" extremamente irônico...

Só tenho a dizer que a amplicidade dessa ciência me torna a cada dia uma pessoa melhor e aumenta ainda mais o meu amor pelas diversas Geografias que rodeiam a todos. ...   Minha graduação me permite ousar a te falar um pouco sobre o universo ou da formação da Terra. Posso te explanar sobre a dicotomia do urbano X rural ou te fazer me odiar falando de política.   Posso ainda demonstrar como a dispersão dos biomas estão intimamente ligados à composição do solo, ao clima e dentre outros fatores.   Posso te ensinar a diferença de clima e tempo e te fazer perceber o quanto é engraçado quando você diz "Como está o clima hoje?" e te aborrecer falando de economia ou dos males do capitalismo.   Posso mostrar rochas, minerais e o dinamismo das formas e estruturas do relevo.   Posso ainda, descobrir contigo outras cidades, estados, países e continentes, e outros planetas também!   Conto histórias também, do PR, do Brasil e do mundo e quebro a cabeça com problemas matemáticos da nossa amiga Cartografia.   Questiono os problemas da educação geográfica e modifico meu modo de ensinar, para despertar a busca sagaz em aprender Geografia.   São tantas ciências que a Geografia engloba, que posso ter me esquecido de algo que está ao meu domínio. Mas é isso, não existe uma ciência melhor do que a outra, mas se existisse, a Geografia seria uma forte candidata!   A Geografia mexeu comigo e me fez amá-la incondicionalmente.   Enfim, a Geografia é uma mãe que te acolhe e te faz refletir, questionar e propor soluções para o mundo. Ela está em toda parte, até mesmo dentro de você."

 

 

 

 

 

 

 


3o ANO "A" - MENELEU
3o ANO "A" - MENELEU

Resultado de imagem para globalização

 

 

 

Resultado de imagem para atenção gifs animados

MODELO DE CAPA DE TRABALHO DE GEOGRAFIA

https://files.comunidades.net/profjopa/MODELO_DE_CAPA_TRABALHO_MENELEU.doc

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado de imagem para GLOBALIZAÇÃO

 

GLOBALIZAÇÃO

 

processo de integração mundial, intensificado nas últimas décadas, principalmente na esfera econômica, tendo como base a liberalização das economias dos países.”

 

 

 

Imagem relacionada

 

Resultado de imagem para etapas do capitalismo

 

 

GLOBALIZAÇÃO – ROTEIRO DE ESTUDOS – 3º ANO “A”

 

Estudar não é encontrar o mundo que eu concordo, as ideias que apoiam meu universo, autores que confirmam o que eu já sei. Estudar é expandir, entrar em contradição, pensar, buscar os limites de cada pensamento. Estudar não é abrir um espelho para seu rosto ser contemplado no seu esplendor, mas uma janela para sua mente olhar mais longe e além do seu mundo.

 

Atividade: Cada habitante do seu país deverá dominar os conceitos abaixo, realizando um debate dentro do país e posteriormente realizaremos uma Conferência entre os países do Continente Térfrica.

 

  • A GLOBALIZAÇÃO refere-se a todos os processos que, nas práticas e nas normas, não são obstaculizados nem impedidos pelas fronteiras territoriais e jurisdicionais dos Estados soberanos.
  • GLOBALIZAÇÃO - conjunto de ações políticas, econômicas e culturais que objetivam a integração do mundo e do pensamento em um só mercado.
  • GLOBALIZAÇÃO: um fenômeno decorrente dos avanços tecnológicos que permitem a transmissão de informações com extrema rapidez de uma parte a outra do planeta.
  • A GLOBALIZAÇÃO financeira se refere à possibilidade de que o capital possa circular pelo planeta em segundos e suas conseqüências sobre a economia dos países.
  • A GLOBALIZAÇÃO é um processo de integração mundial, baseado nos avanços tecnológicos e das telecomunicações. Tem por base a eliminação das barreiras tarifáricas e a formação de blocos econômicos. Embora muitas pessoas só vejam vantagens na globalização podemos observar prejuízos também, principalmente para os países pobres, que não detêm as tecnologias mais avançadas, tornando-se mais dependentes, a cada dia que passa, dos países ricos.
  • A GLOBALIZAÇÃO é um dos processos de aprofundamento da integração econômica, social, cultural, política, com o barateamento dos meios de transporte e comunicação dos países do mundo no final do século XX e início do século XXI. É um fenômeno observado na necessidade de formar uma Aldeia Global que permita maiores ganhos para os mercados internos já saturados.
  • GLOBALIZAÇÃO: a expansão do capitalismo, no início do século XIX, pode ser representado como o marco histórico do início do processo de internacionalização. Processo este que conduz a crescente integração das economias e das sociedades dos vários países, especialmente no que tange à produção de mercadorias e serviços, aos mercados financeiros, e à difusão de informações.
  • A GLOBALIZAÇÃO designa o fenómeno de abertura das economias e das fronteiras, resultante do crescimento das trocas comerciais e dos movimentos de capitais, da circulação dos homens e das ideias, da divulgação da informação, dos conhecimentos e das técnicas. Simultaneamente geográfico e sectorial, este processo não é recente, mas tem vindo a intensificar-se nos últimos anos.
  • GLOBALIZAÇÃO - Conjunto dos processos e tendências de internacionalização da economia, da política e da cultura. Exemplos: a criação de mercados e blocos políticos continentais e mundiais; o surgimento de empresas multinacionais; a preferência generalizada de jovens de todo o mundo pela música e cinema ocidentais.
  • .., será? Parte desse processo é uma expressão da GLOBALIZAÇÃO e mundialização da cultura, fenômenos que se acentuaram com a velocidade na troca de informações e com a expansão do capitalismo em escala mundial. Outra parte, no entanto, resume-se aos modismos tão corriqueiros adotados pelos brasileiros, sempre acreditando que o uso de uma expressão estrangeira indica poder e status.

CAPITALISMO

Capitalismo é o sistema socioeconômico predominante no mundo contemporâneo. O seu principal objetivo é obter lucros e o acúmulo de riquezas.

- O sistema capitalista surgiu em meados do século XV, substituindo o Feudalismo que imperava durante a Idade Média. Com este novo modelo, emergia a burguesia, a produção de capital, a desigualdade social, entre outras características que começaram a marcar o capitalismo.

- Confira alguns dos principais aspectos que definem este sistema político-econômico que domina o mundo era da Globalização: 

  1. Obtenção de lucro e a acumulação de riquezas

Este é o principal objetivo do capitalismo: obter riquezas. O lucro é proveniente dos valores acumulados a partir do trabalho coletivo fornecido pelas empresas privadas e desempenhado pelo proletariado (trabalhadores).

Para que o lucro seja sempre positivo, os donos dos meios de produção (capitalistas) adotam medidas de contenção de custos, como fornecedoras e matérias-primas mais baratas.

  1. Trabalhadores são assalariados

O trabalho assalariado é outra das principais características desse sistema socioeconômico. Os trabalhadores (proletariado) tem o direito por lei de receber uma remuneração em troca da sua força de trabalho. 

O salário começou a se tornar mais comum durante o período conhecido por Capitalismo Industrial (a partir de meados do século XVIII). Até então, a servidão e a escravidão eram os dois sistemas com maior presença no mundo, refletindo os costumes praticados durante a Idade Média (Feudalismo)

No sistema capitalista contemporâneo, os proletários representam a grande maioria, que dependem dos salários pagos fixamente pelos capitalistas (donos das propriedades privadas).

Os assalariados, por sua vez, usam este dinheiro para adquirir produtos e serviços de outros capitalistas, fazendo com que o sistema se movimente constantemente.

  1. Predominância da propriedade privada

No sistema capitalista, os sistemas produtivos pertencem a uma pessoa ou a um grupo, de maneira geral.  Estes são bens particulares ou áreas de utilização individual.

Existe também dentro do sistema capitalista as chamadas empresas estatais, que em tese são de administração do Estado. Mas, devido às intensas crises econômicas, muitas delas acabam por ser privatizadas, ou seja, vendidas para empresas privadas.

  1. Estado intervém pouco no mercado (Economia de Mercado)

Esta é a livre iniciativa de regulamentar o mercado capitalista, com pouca ou sem intervenção do Estado. Este processo é realizado através da chamada lei da oferta e da procura, onde os preços dos produtos são determinados de acordo com a procura pelos consumidores e a quantidade deste em oferta.

Para obter um melhor lucro, as empresas precisam oferecer produtos de qualidade com preços acessíveis. Neste sentido, a concorrência é outro fator resultante desta lei da oferta e da procura, pois ela amplia as opções de compra, o que faz com que os preços possam baixar.

  1. Divisão entre classes sociais

Considerada a característica mais polêmica do sistema capitalista, a divisão de classes determina dentro do processo de trabalho coletivo, o lado que detém o poder e o lucro e o lado de quem trabalha para a produção deste lucro.

De um lado está uma minoria denominada capitalista, representada pelos donos dos meios de produção e de capitais e do outro lado a maioria chamada proletários, pessoas que vendem sua força de trabalho em troca de um salário que garanta saúde, alimentação, transporte, lazer, etc.

Este é o ponto principal da divisão de classes, pois nem sempre o capitalista oferece uma remuneração adequada e suficiente para atender todas as necessidades básicas dos trabalhadores.

  1. Crescimento da desigualdade social

Por fim, a desigualdade entre as classes sociais pode se tornar abissal, fazendo com que hajam grupos detentores de muita riqueza, enquanto outros vivendo em extrema pobreza. A desigualdade social é um dos frutos mais problemáticos do capitalismo. Essa disparidade costuma estar associada ao desnivelamento na economia do país, ou seja, quando este não é capaz de garantir condições básicas para a garantia de um padrão de vida de qualidade para todos.

Fonte:https://www.significados.com.br/caracteristicas-do-capitalismo/

 

 

topo